Hospital Universitário Pedro Ernesto terá todos os leitos reabertos até março

2


Notícias

Ciência e Tecnologia

Hospital Universitário Pedro Ernesto terá todos os leitos reabertos até março

 05/01/2018 – 15:53h – Atualizado em 05/01/2018 – 15:54h

 » Marcelo Senna

Secretaria paga bolsas de novembro dos residentes

O secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social, Gabriell Neves, e o diretor-geral do Hospital Universitário Pedro Ernesto, Edmar Santos, determinaram, hoje, a reabertura gradativa, até março, de todos os leitos da unidade de saúde do Estado.

A medida só é possível porque todo o custeio do hospital está em dia, e o plano do governo é quitar os salários atrasados até fevereiro. Hoje (5/1), inclusive, serão depositados R$ 2 milhões para pagamento das bolsas de novembro dos residentes.

– Um dos principais motivos da redução de leitos, no ano passado, foi a crise, que deixou os salários dos servidores em atraso. As bolsas dos residentes, referentes a novembro, serão depositadas hoje e ficarão em dia. Além disso, como já há previsão de quitar os salários atrasados até o mês que vem, determinamos a reabertura da internação para que esteja funcionando 100% até março – explicou Neves.

– O HUPE é de grande importância no atendimento de saúde do estado e na formação de novos profissionais. Por isso, tem que funcionar a pleno vapor – completou.

Como o custeio da unidade sempre se manteve em dia, mesmo durante os piores períodos da crise, foi possível fazer melhorias no HUPE. Duas novas enfermarias foram inauguradas, de reumatologia e litíase renal, e o parque tecnológico foi renovado e ampliado, com aquisições de aparelhos de última geração para exames de tomografia computadorizada, angiografia, ressonância magnética, ecocardiografia, endoscopia, colonoscopia, entre outros.

– Mesmo nos momentos mais duros da crise, conseguimos trazer benfeitorias para a unidade. Ampliamos o nosso parque tecnológico, o que é fundamental na formação e na qualificação dos médicos-residentes – afirmou Santos.

Com o HUPE perto de sua capacidade máxima, Neves acredita que a Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM), ligada ao Ministério da Educação (MEC), vai rever a decisão de suspender a prova de seleção de 113 novos médicos-residentes para o Hospital Universitário Pedro Ernesto.

– Não faz sentido suspender a seleção por causa de uma vistoria feita há quase seis meses – avaliou Neves.

A prova já foi remarcada para 3 de fevereiro e Santos aguarda o aval da comissão para confirmar a seleção. 

2 recommended
comments icon 0 comments
0 notas
Visto 33
bookmark icon

Escreva um comentário...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *