Seaster capacita técnicos de assistência em 34 municípios


Entre os dias 12 e 14 de setembro (terça a quinta-feira), 34 municípios foram contemplados com a “Formação de entrevistadores do CadÚnico – Preenchimento do formulário”, realizada pela Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster). A formação faz parte das ações permanentes que a Seaster promove para garantir atualização constante e consistência dos dados.

Nesse período foram capacitados 73 técnicos, 21 oriundos dos municípios de Anajás, Bagre, Breves, Curralinho, Melgaço, Santa Cruz do Arari, São Sebastião da Boa Vista e Soure, no Arquipélago do Marajó, e Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém.

Santarém recebeu 33 técnicos das regiões de Integração do Tapajós e Baixo Amazonas, que englobam os municípios de Alenquer, Almeirim, Aveiro, Curuá, Faro, Itaituba, Juriti, Mojuí dos Campos, Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná, Terra Santa, Belterra, Trairão, Prainha e Trairão. Para receber os técnicos da Região de Integração do Xingu, a cidade escolhida foi Altamira, que teve 19 representantes de Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Placas, Porto de Moz e Senador José Porfírio, além do município sede.

Vulnerabilidades sociais – A titular da Seaster, Ana Cunha, afirmou que a capacitação é importante para os municípios, que ao recebê-la terão maior capacidade de identificação das vulnerabilidades sociais da população. “Após as capacitações, os profissionais estarão aptos a entrevistar as famílias que se adequam ao critério do CadÚnico. Isso contribui diretamente para a aplicação da política de assistência”, reiterou.

A coordenadora de Benefícios e Transferência de Renda da Seaster, Nazaré Charchar, informou que a realização das capacitações representa uma das principais atribuições do Estado. “Essa capacitação tem por objetivo primordial formar entrevistadores municipais capazes de identificar critérios éticos e aplicar os conceitos trabalhados durante o curso, além de preencher corretamente os novos formulários da versão 7.7 do CadÚnico”, acrescentou.

De acordo com Nazaré Charchar, a ação representa uma importante iniciativa de enfrentamento das situações de pobreza, extrema pobreza  e vulnerabilidade social nos municípios paraenses. “Através da Seaster, enquanto coordenadora da Política de Assistência Social, das ações do Cadastro Único e do Programa Bolsa Família, buscamos subsidiar e fortalecer as gestões municipais na execução e operacionalização dos programas sociais”, disse a coordenadora.




comments icon 0 comments
0 notas
Visto 26
bookmark icon

Escreva um comentário...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *