Setor de Beleza impulsiona a economia fluminense


Notícias

Desenvolvimento Econômico

Setor de Beleza impulsiona a economia fluminense

 07/12/2017 – 16:30h – Atualizado em 07/12/2017 – 16:30h

 » Bete Nogueira

Estado do Rio tem mais de 100 fábricas, além de modernos centros de pesquisa

O Rio de Janeiro, o segundo maior mercado do Brasil na área de Beleza e um dos principais da América Latina, tem atraído grandes empresas do ramo, que estão se instalando ou ampliando os negócios. Atualmente, o estado conta com mais de 100 fábricas, além de modernos centros de pesquisas.

Uma das conquistas é o novo Centro de Pesquisa & Inovação da L’Oréal, inaugurado no fim de outubro, na Ilha do Fundão, Zona Norte do Rio. O local concentra outros centros tecnológicos importantes para o estado, como os da General Electric, Eletrobras e Petrobras, além dos institutos de pesquisa da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O investimento total da L’Oréal será de R$ 120 milhões.
 

Além da capital, há grandes empresas do setor também na Região Metropolitana.
 

– O Estado do Rio é o terceiro maior mercado consumidor do país e o segundo no consumo de cosméticos. O setor tem grande importância para a economia estadual, principalmente na Baixada Fluminense, dada a grande concentração de empreendimentos – disse o secretário interino da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Alberto Mofati.
 

Mais de 20 centros de inovação se instalaram na cidade nos últimos oito anos, acompanhando o crescimento industrial. A logística disponível, um dos pontos de atenção do estado, também contribui para este cenário.
 

– O Governo do Rio trabalha no fortalecimento do segmento, como em outros setores, com projetos de incentivo à atividade industrial, de pesquisa e de comércio, porque entende que concentrar grandes empresas do ramo favorece a geração de emprego e renda – afirmou Mofati.

Divisão

No Rio, dois municípios se destacam: a capital e Nova Iguaçu reúnem, juntas, 67 unidades industriais (63% do total fluminense), com 4.217 empregados formalizados – que representam 81% do total de funcionários na indústria do segmento. O Rio de Janeiro emprega 2,6 mil pessoas em 55 indústrias. Entre as 12 fábricas da cidade da Baixada Fluminense, estão marcas consolidadas no mercado, como Niely, Embelleze, Skafe e Aroma do Campo.
 

Investimentos:

L’Oréal – A gigante em produtos para cabelos está investindo R$ 120 milhões na implantação do seu novo Centro de Pesquisa, que vai gerar 150 empregos diretos.

Procter & Gamble – Fábrica de cosméticos e perfumaria em implantação em Seropédica, com investimento de R$ 350 milhões e geração de 250 empregos.
 

Niely – A empresa está expandindo a unidade em Nova Iguaçu, com investimento de R$ 50 milhões e geração de 200 empregos diretos.
 

Embelleze – Expansão do Instituto (Escola de Profissionais) em Duque de Caxias, com investimento de R$ 90 milhões e criação de 60 postos de trabalho.
 

Mane – Está em construção na capital a fábrica de cosméticos, com investimento de R$ 40 milhões e geração de 50 empregos.
 

Apolo – A fábrica de produtos de higiene e beleza ficará em Barra do Piraí, na Região do Médio Paraíba, com investimento de R$ 20,5 milhões e abertura de 122 postos de trabalho.

Cless – A fabricante de produtos de beleza e higiene pessoal está investindo R$ 40 milhões na construção da unidade em Queimados, onde serão gerados 350 empregos.
 

  • Fotos

  • Setor de Beleza impulsiona economia. Foto: Felipe Corrêa.

    2 fotos | Desenvolvimento Econômico | 07/12/2017

    Setor de Beleza impulsiona economia




comments icon 0 comments
0 notas
Visto 26
bookmark icon

Escreva um comentário...

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *