Notícias

Acidente que fez cantor perder parte da perna


História do Acidente de Infância de Roberto Carlos

Roberto Carlos, conhecido como o Rei da música brasileira, tem sua vida marcada por um grave acidente desde a infância. No dia 29 de junho de 1947, em Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo, durante as celebrações do dia de São Pedro, um incidente alterou o curso da vida do pequeno Roberto.

O Trágico Acidente

Roberto Carlos, então apelidado de Zunga, e sua amiga Eunice Solino, apelidada de Fifinha, estavam próximos a uma linha de trem quando uma locomotiva a vapor carregada de minério de ferro se aproximou perigosamente. Uma professora percebeu o perigo iminente e tentou alertá-los, mas o susto fez com que Roberto Carlos tropeçasse e fosse atingido pela locomotiva, sofrendo graves lesões na perna direita.

Eunice Solino relatou que a professora tentou chamar a atenção do maquinista para parar o trem, porém, não foi possível evitar o acidente. Uma multidão se reuniu para ajudar, e um jovem chamado Renato Spíndola e Castro agiu rapidamente, fazendo um torniquete com seu paletó de linho e levando o menino ao hospital em seu carro.

Impacto na Vida de Roberto Carlos

O acidente deixou marcas profundas na vida e carreira de Roberto Carlos. A lesão na perna direita o acompanhou por toda sua vida, sendo um dos motivos pelos quais o cantor sempre optou por usar ternos e calças compridas para esconder as cicatrizes. Além disso, o episódio o fez valorizar ainda mais a amizade de Eunice Solino, que se tornou uma grande amiga e confidente ao longo dos anos.

O Herói Desconhecido

Renato Spíndola e Castro desempenhou um papel crucial no socorro a Roberto Carlos após o acidente. Sua rápida ação e improviso com o torniquete salvaram a vida do menino, tornando-se um herói anônimo nesta história. Sua participação ficou marcada na letra da música “O Divã”, onde é citado como “o sangue no linho branco”.

Consequências na Carreira

O acidente teve um impacto significativo na vida e na carreira de Roberto Carlos. A lesão o fez abandonar o sonho de se tornar jogador de futebol, mas o incentivou a buscar na música e na composição uma nova forma de expressão. Essa mudança de direção levou Roberto Carlos a se tornar um dos maiores nomes da música brasileira, construindo uma carreira de sucesso que se estende por décadas.

[vid_player]

FAQ

1. O acidente de trem influenciou a carreira de Roberto Carlos?

Sim, o acidente de infância fez com que Roberto Carlos buscasse outras formas de expressão artística, levando-o a se dedicar à música e à composição.

2. Qual foi o papel de Renato Spíndola e Castro no resgate de Roberto Carlos?

Renato agiu rapidamente após o acidente, fazendo um torniquete com seu paletó de linho e levando o menino ao hospital em seu carro, o que foi fundamental para salvar a vida de Roberto Carlos.

Conclusão

O acidente de trem na infância de Roberto Carlos foi um episódio marcante em sua vida, com impacto em sua carreira e em sua visão de mundo. A rápida ação de Renato Spíndola e Castro, e a amizade de Eunice Solino, foram elementos cruciais no desfecho desse evento, deixando marcas indeléveis na vida do Rei da música brasileira.

Fonte: UOL

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo