Notícias

Itaúsa arrecada R$ 1,7 bilhão com venda de ações da XP

A Itaúsa (ITSA4) concluiu a alienação total de ações Classe A da XP Inc., com a venda de 14.770.985 ações, no valor líquido aproximado de R$ 1,7 bilhão. A decisão de desinvestir da XP foi tomada por não se tratar de um ativo estratégico para a companhia, e parte dos recursos obtidos foi destinada ao resgate antecipado das debêntures da 1ª série da 5ª emissão, enquanto outra parte será usada para reforçar o caixa e a liquidez da empresa.

Alienação das Ações Classe A da XP pela Itaúsa

No último dia 13 de dezembro, a holding Itaúsa (ITSA4) anunciou a conclusão da alienação total de ações Classe A de emissão da XP Inc. A operação envolveu a venda de 14.770.985 ações nos meses de novembro e dezembro, resultando em um montante líquido aproximado de R$ 1,7 bilhão.

Essa alienação faz parte da decisão da Itaúsa de desinvestir da XP, uma vez que a participação na empresa não é considerada um ativo estratégico para a companhia. Segundo o fato relevante divulgado pela empresa, parte dos recursos obtidos com a alienação das ações será destinada ao resgate antecipado das debêntures da 1ª série da 5ª emissão, enquanto outra parte será direcionada ao reforço de caixa e à ampliação do nível de liquidez da Itaúsa.

A companhia ressaltou que não espera impactos relevantes nos resultados do 4º trimestre de 2023, já que o investimento na XP estava contabilizado como ativo financeiro mensurado a valor justo desde o 3º trimestre de 2023.

Estratégia e Resultados da Alienção

Essa movimentação estratégica da Itaúsa demonstra seu compromisso em buscar a otimização de seus investimentos e a alocação eficiente de recursos, alinhando suas decisões com as metas e objetivos corporativos.

Com a alienação das ações da XP, a Itaúsa fortalece sua posição financeira e busca manter-se sólida em um cenário de negócios em constante transformação.

FAQ sobre a Alienção das Ações da XP pela Itaúsa

Qual o valor total da alienação das ações da XP pela Itaúsa?

A alienação total das ações da XP correspondeu a 14.770.985 ações, com um montante líquido aproximado de R$ 1,7 bilhão.

Para onde foram destinados os recursos obtidos com a alienação das ações da XP?

Parte dos recursos foi direcionada ao resgate antecipado das debêntures da 1ª série da 5ª emissão, enquanto outra parte será usada para reforçar o caixa e a liquidez da companhia.

Quais os impactos esperados nos resultados da Itaúsa do 4º trimestre de 2023?

Não são esperados impactos relevantes nos resultados da Itaúsa do 4º trimestre de 2023, uma vez que o investimento na XP estava contabilizado como ativo financeiro mensurado a valor justo desde o 3º trimestre de 2023.

Conclusão

A alienação das ações da XP pela Itaúsa representa uma decisão estratégica da empresa, alinhada com sua busca pela otimização de investimentos e alocação eficiente de recursos. Com a conclusão dessa operação, a companhia fortalece sua posição financeira e reforça seu compromisso com a sustentabilidade dos negócios em meio a um ambiente de constantes transformações.

Fonte do vídeo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo