Notícias

Rio envia ajuda a Angra dos Reis após temporal


O Impacto do Temporal em Angra dos Reis e a Ação do Governo Estadual

Na última semana, Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro, foi atingida por fortes chuvas que resultaram em devastação e perdas humanas. Duas pessoas perderam a vida, mais de 300 ficaram desabrigadas e o bairro Bracuí foi duramente afetado. Em resposta a essa situação de emergência, o governo do estado tomou medidas imediatas, mobilizando esforços para enviar ajuda humanitária à região.

Ajuda Humanitária Chega a Angra dos Reis

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos enviou 500 cestas de alimentos, 500 kits de higiene, 500 kits de limpeza, 500 garrafas de água potável e 500 colchões para a cidade. Além disso, a Secretaria de Estado de Ambiente e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) enviarão uma equipe ao município para a recuperação de trechos atingidos pelas chuvas no bairro Bracuí.

O governador Cláudio Castro enfatizou a prontidão das equipes de resgate, ressaltando os investimentos em tecnologia, equipamentos de última geração e obras de prevenção em todo o estado para garantir a segurança da população.

Situação de Emergência em Angra dos Reis

O município de Angra declarou situação de emergência devido aos danos causados pelas fortes chuvas. Um casal de idosos morreu no abrigo onde moravam, e mais de 300 pessoas estão desabrigadas, com grande parte no bairro Bracuí. Para atender a essas vítimas, um abrigo foi montado na Escola Municipal José Luiz Ribeiro Reseck, no bairro do Frade.

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro atendeu a 133 ocorrências, incluindo cortes de árvores, desabamentos, inundações e salvamento de pessoas. O Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ) segue acompanhando as condições meteorológicas e os níveis pluviométricos em todo o estado, enviando alertas para os municípios quando necessário.

Ações do Governo para Reconstrução

Cláudio Castro esteve em Angra dos Reis para lançar o Conjunto Habitacional da Monsuaba, destinado às vítimas de um temporal ocorrido em abril de 2022. O projeto foi anunciado com um investimento de R$ 31 milhões e a promessa de oferecer moradias a 128 famílias. As unidades habitacionais foram projetadas com acessibilidade, incluindo rampas e travessias elevadas para garantir a inclusão de pessoas com deficiência. No momento, a população desabrigada está sendo acolhida em duas escolas municipais e precisa de doações de água, itens de higiene pessoal, material de limpeza, roupas, lençóis e alimentos não perecíveis.

As fotos mostram a destruição causada pela chuva na cidade, matando duas pessoas e deixando mais de 300 desabrigadas.

FAQ

Como posso ajudar as vítimas do temporal em Angra dos Reis?

Os moradores afetados pelo temporal em Angra dos Reis precisam de doações de água, itens de higiene pessoal, material de limpeza, roupas, lençóis e alimentos não perecíveis. As doações podem ser entregues na Alameda Coronel Otávio Brasil, 253-B, Balneário.

O que o governo está fazendo para ajudar as vítimas do temporal em Angra dos Reis?

O governo do estado enviou 500 cestas de alimento, 500 kits de higiene, 500 kits de limpeza, 500 garrafas de água potável e 500 colchões para as vítimas do temporal. Além disso, equipes estão sendo enviadas para a recuperação de trechos atingidos pelas chuvas.

Conclusão

O governo do estado mobilizou esforços para enviar ajuda humanitária às vítimas do temporal em Angra dos Reis, demonstrando o compromisso em reconstruir vidas e oferecer moradias dignas para as famílias afetadas. A população desabrigada está sendo acolhida em abrigos temporários e precisa de doações para suprir suas necessidades básicas. O estado continua monitorando as condições meteorológicas e os níveis pluviométricos, garantindo a segurança da população frente a eventos provocados pelas chuvas.

Fonte: Extra.globo

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo